banner goncalves mg

 

Rodeada por lindas montanhas repletas de grandes Araucárias e Pinheiros o município mineiro de Gonçalves possui inúmeros atrativos para seus visitantes, agrada diversos gostos, desde aventureiros, apreciadores da boa gastronomia e comida mineira feita no fogão à lenha até pessoas que querem apenas descansar.

Para quem busca tranquilidade em meio a natureza, as opções de hospedagem são ótimas pois em sua maioria possuem lindas vistas para as montanhas e bosques. O centro da cidade preserva a tranquilidade de cidade pequena do interior. "Diferente das vizinhas Campos do Jordão e Monte Verde"

Quem busca um clima romântico a pequena cidade é fantástica pois suas opções de hospedagem e gastronomia são perfeitas, ainda mais com o clima friozinho, perfeito para um cochilo ao lado de uma quente lareira, comer um fondue, tomar um bom vinho ou até mesmo relaxar com um banho bem quente de hidromassagem ou ofurô.

Na cidade também pode-se encontrar opções que contribuem para o relaxamento e bem estar como massagens e terapias corporais

O município preserva tradições que relembram costumes do passado e busca, com a valorização da cultura local, resgatar e preservar as expressões artísticas típicas do município, como a celebração e festas dos padroeiros, o desfile de carros de boi e apresentações de congadas, moda de viola, teatros e a Lira Nossa Senhora das Dores, que foi formada há mais de 100 anos.

O café da manhã é um dos grandes diferenciais das pousadas em Gonçalves com ingredientes e pratos da culinária mineira caipira, feitos e servidos no fogão à lenha. Esta refeição, bem feita logo pela manhã, é o segredo para ter energia suficiente para as caminhadas pelas trilhas que levam até mirantes como a Pedra do Forno e Pedra Chanfrada. Ou também às cachoeiras que valem a visita como a cachoeira do Simão ou do Retiro.

Gonçalves limita-se com os municípios de Paraisópolis a oeste e norte, São Bento do Sapucaí (este em São Paulo) a leste, Sapucaí-Mirim a sul e Camanducaia a sudoeste. Como na maioria dos municípios da Mantiqueira, seu relevo é fortemente acidentado, com raríssimas áreas planas. Montanhas altas, vales profundos, aflorações rochosas de grande porte e muitos córregos e ribeirões compõem a paisagem que tanto atrai turistas.

Além das áreas de cultivo de banana, hortaliças e pastagens para o gado, a vegetação do município apresenta trechos de replantio, bosques, concentrações de eucaliptos e pinheiros, mas o que mais chama a atenção são os fragmentos florestais com mata nativa, remanescentes da Mata Atlântica, porém com espécies típicas de altitude. Entre elas, a Araucária, ou pinheiro-do-paraná (araucaria angustifolia), árvore que antigamente era encontrada continuamente desde o Paraná e Santa Catarina até o sul de Minas. Por essa razão, é de se notar que os fragmentos florestais de Gonçalves e regiões próximas são considerados como Floresta Ombrófila Mista ou Floresta com Araucárias, formação que hoje praticamente só é encontrada no Sul do Brasil.

Gonçalves possui um clima Tropical de Altitude tipo Cwb, apresentando verões suaves amenizados pela altitude da Serra da Mantiqueira e pela alta pluviosidade da estação. Seus invernos são secos e frios, (submetidos a forte geadas), devido à redução de chuva ocorrida durante o outono entre o fim de março até o fim de junho. O outono e a primavera são estações de transição entre o inverno e o verão e vice-versa.

  • goncalves1
  • goncalves2
  • goncalves3
  • goncalves4
  • goncalves5
  • goncalves6
  • goncalves7
  • goncalves8

COMO CHEGAR

São Paulo - Gonçalves - Fernão Dias -182 km

Via Fernão Dias (182 km) entre em Cambuí, siga 5 km até Córrego do Bom Jesus, e mais 22 km de estrada de terra com subidas íngremes, sendo 13 km (Bairro dos Costas) mais 9 km até Gonçalves.
São Paulo - Gonçalves - Carvalho Pinto - 240 km
Saindo de São Paulo pela Airton Sena, siga sentido Campos do Jordão, no meio da Serra (Rod Floriano Pinheiro) sair sentido Sul de Minas. Você passará por Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí e a próxima cidade será Gonçalves. Da estrada estadual até o centro de Gonçalves serão 13km (asfalto).

De Belo Horizonte:
Há duas opções:
1. Pela Fernão Dias, siga em sentido à S.Paulo, e entre na cidade de Cambuí (conversão à direita).
2. Daí são 5 km (asfalto) até Córrego do Bom Jesus. Na praça da igreja, é contra-mão seguir em frente, contorne a praça (direita, esquerda até o fim, esquerda novamente e em seguida direita) e logo à frente são mais 25 km de terra até Gonçalves (há alguns pontos de dúvida, sem sinalização).
Outra opção é seguir pela Fernão Dias até o trevo de Pouso Alegre e pegar a estrada para Itajubá, mais à frente entre para Cachoeira de Minas e siga até Paraisópolis, daí são mais 10 km até o acesso p/ Gonçalves, e mais 13 km com asfalto novo e bem sinalizado até a cidade.

Do Rio de Janeiro:
Saindo do Rio de Janeiro percorre-se um total de 370 km até Gonçalves.
1. Siga pela Dutra até a altura de Taubaté, seguindo em direção a Campos do Jordão.
2. Subindo a Serra, após o túnel pegue o acesso para Santo Antônio do Pinhal (conversão à direita)
3. Atravesse a cidade e siga para o Sul de Minas.
4. Você vai passar por Sapucaí Mirim, São Bento do Sapucaí e em seguida (+10 km) a entrada para Gonçalves.
5. Do trevo até a cidade são 13 km com asfalto novo e bem sinalizado
Distâncias (Km)
Campinas 180
Pouso Alegre 80
Campos Jordão 63
São Bento Sapucaí 23
São José Campos 100
Itajubá 80
Monte Verde 60
Paraisópolis 23

 

SFbBox by cox plate

Vantagens dos Roteiros

botao1

botao2

botao3

botao4

botao5.fw

botao6

botao7

botao8

botao9

botao10

botao11